A sony é uma cambada de palhaços!

Setembro 8, 2006

Que raiva! adiaram o lançamento da ps3 na europa para março de 2007

Anúncios

Yahoooooooooo!!!

Agosto 28, 2006

Ontem fui ao Colombo de propósito reservar a minha ps3, versão de 60gb, na loja GAME do Colombo! 🙂

(Só) faltam 80 dias! Agora é esperar .-)

Já me estou a ver a jogar Motorstorm. eh eh eh


Novo Telemóvel!!!

Agosto 25, 2006

Pois é, deram um telemóvel novo ao meu pai no emprego, e como ele comprou um Qtek s200 há pouco tempo, fiquei eu com o telemóvel e pus-lhe o meu cartão.

O telemóvel é um SonyEricsson k300i e tem praticamente as mesmas funções que o meu antigo, um Siemens A65, com excepção da câmera de vídeo, pois o A65 só tinha câmera de tirar fotos.

Mas mesmo assim, um telemóvel novo é um telemóvel novo! Iupi! 🙂


Parabéns Sic Comédia!

Agosto 8, 2006

Quem teve a ideia de fazer este canal é um génio. Foi à dois anos que o canal começou a provocar gargalhadas, estava eu nessa altura em casa o dia todo durante três semanas, por causa da bronca da colocação dos professores. E foi aí que ganhei o hábito de ver a Sic Comédia. Quando a tv está ligada no meu quarto, em 95% das vezes está na SicComédia.Também, com tanta série boa a dar de seguida uma pessoa dificilmente não fica viciada. Habituei-me a ver Allo Allo, Black Adder, Seinfeld, Everybody loves Raimond, Fraisier, M.A.S.H., Cheers, Get Smart, Caroline in the City, Whoopi, até o maluco do Conan O’Brien e os programas da casa, O Prazer dos Diabos e agora mais recentemente, a Biqueirada. Mas não pensem que as séries são sempre as mesmas. Algumas, com Allo Allo, Cheers e Seinfeld vêem já do início e ninguém se cansa de as ver. Mas de tempos a tempos, é injectado sangue novo, como os recentes Everybody loves Raymond, Benny Hill e Whoopi.

Depois de tudo isto, só tenho a dizer: Parabéns Sic Comédia, e espero que continuem a fazer rir toda a gente por muitos e bons anos!


Lisboa – Algarve, com passagem pelo Deserto dos Chaparros

Julho 31, 2006

Tenho andado a escrever uns textos a que chamei “Um Lugar ao Sol” e que agora vou pôr aqui no blog.

Este texto escrevi-o quando fui de férias para uma quinta em Algoz, uma terriola para os lados de Armação de Pêra, bem no meio do Algarve. Espero que gostem!

Da última vez que fui ao Algarve, tinha que se atravessar o Alentejo. Ou como eu lhe prefiro chamar, Deserto dos Chaparros.

Enquanto atravessamos o deserto com o traseiro bem acomodado no banco do carro, seja a ouvir música, a conversar ou a dormir, damos por nós a dar graças ao ar condicionado e a agradecer a quem quer que seja que inventou as garrafas de àgua.

Por vezes olhamos instintivamente para janela, lá p’ra fora, para o mundo fora da nossa bolha refrigerada de 4 rodas, à espera de ver algo, qualquer coisa, nem sabemos bem o quê. Mas parece que o vídeo bloqueou e ficamos sempre a ver a mesma imagem: esses inconfundíveis, tradicionais, e … Alentejanos… Chaparros!

Num dia de sorte podem-se encontrar – a sarapintar a paisagem – casinhas brancas caiadas, fábricas de celulose ou o maior lago artificial da Europa. Mas esse, embora molhado também é um deserto. De pessoas, não de casas, pois dessas há lá muitas, na antiga aldeia da Luz; não têm é inquilinos, esses fugiram todos para o deserto dos chaparros. Pelos vistos, os nativos preferem os chaparros aos peixes.

Mas se queremos ver o Alentejo em todo o seu esplendor, não podemos perder os rolos. Os rolos? – perguntam vocês. Não, não são os rolos de carne, e muito menos rolos de cabelo ou de amassar. Rolos de palha, feno, ou lá o que é que aquilo é. A reluzir ao Sol (que funciona na potência máxima) parecem ouro nesta paisagem, como dizer… algo desértica…

No meio de toda esta desertidão (ou desertidade), como que a reacender a esperança nas almas dos corajosos que fazem esta viagem… hã, especial, aparecem as denominadas Estações de Serviço. Mas pra que é que servem as estações de serviço? Bem, basicamente para “esticar as pernas”, comer a tradicional “sandocha” e fazer o “xixizito”. Mas não é disso que as pessoas gostam mais nas estações de serviço, principalmente nas “desértico-chaparrenses” como é o caso a estação de Aljustrel ou a de Sines. O que as pessoas gostam mais e acham fascinante é o cantacto com a civilização no meio de um deserto. Podem-se ouvir exclamações de transeuntes menos habituados a estas andanças, tais como:

“Que maravilha! Uma máquina de café!”

“ E um frigorífico”

“Mamã, leva-me para o hospital psiquiátrico! Eu… eu… eu vi uma Coca Cola… fresca!

“Não filho, tu não estás maluco. Eu também estou a ver a Coca Cola… e uma fanta! É um milagre!”

Pois é, são todas estas coisas que transformam a viagem pró Algarve via “Deserto dos Chaparros” tão especial!


Só uma coisa a dizer: ROUBALHEIRA!!!!

Julho 6, 2006

Em que país é que aquilo é penalty? Só se for no dos árbitros comprados!
O Ricardo Carvalho falha o corte, vai a a cair e o françiú deixa-se tropeçar nele!
E a nosso favor, não viu uma carga na área ao Cristiano Ronaldo, sr. árbitro? Ah pois!

É como o Scolari diz, Portugal era o patinho feio, e o que a FIFA queria e o que lhe convinha era uma final Itália – França, portanto toca a marcar penalty por tudo e por nada (neste caso por nada mesmo) a favor da França e a não marcar penalty a favor de Portugal.

É o que vos digo, a FIFA está cada vez mais podre e cheia de corrupção e só convoca os árbitros “amiguinhos”.

Para terminar, passo a citar o que a CB escreveu no Jam Session:

E aqui vai a dúvida: existe um número máximo de asneiras que um árbito pode fazer durante um jogo de futebol? E quando isso acontece, o jogo pode ser invalidado??

Estou assim um pouco confusa, é que este jogo Portugal-França está-me um bocado atravessado na garganta…

I rest my case… (Agora é ganhar à Alemanha e igualar os magriços)


Concurso Bdesenhada.com – Vencedores

Junho 14, 2006

Ganhei!

Acertei a resposta e fui um dos dez primeiros, por isso, mandem de lá essas DEZ REVISTAS BD DISNEY! 😉

Vão ao site banda desenhada e vejam lá o nick aqui do je na lista de vencedores.

eh eh eh!

😉