Grande jogo! Grande golo! Grande baile que demos ao Inter!

Setembro 13, 2006

No dia em que fez 69 anos que Peyroteo se estreou com a camisola do Sporting, os seus sucessores, fizeram história. Derrotaram o poderoso Inter de Milão. E até derrotaram bem. Jogaram unidos e com uma garra única, entreajudaram-se em campo de uma forma pouco vista. Em resumo fizeram uma grande exibição.

Que exemplo esta equipa do Sporting deu hoje. Obviamente só ganhámos este jogo e mais nada. Será necessário continuar a trabalhar com esta garra. Ainda nada está ganho mas se jogarmos sempre assim vamos ter alegrias de certeza esta época…

Post gentilmente surripiado do grande (hoje é tudo grande) blog Alvaláxia

Anúncios

Dia de jogo em Alvalade

Setembro 8, 2006

Ainda longe do estádio, já o murmurinho que paira no ar nos dá uma ideia do que vai acontecer naquela noite.

A confusão dos carros a tentar arranjar lugar (que se estende até Telheiras), os vendedores de cachecóis, as torres que sustentam a cobertura iluminadas no céu negro, o verde e branco nos corpos das pessoas que passam, fazem adivinhar um ambiente fervoroso dentro do estádio.

Já no recinto, é ver a porta em que temos de entrar, ir para a fila e passar o bilhete nos torniquetes com leitores a laser. É agora. Vamos entrar. Deixamos os azulejos em tons de verde e passamos pelas portas amarelo-vivo e parece que, de repente e sem avisar, alguém aumentou drasticamente o volume do som. O murmurinho que vinha aumentado à medida que nos aproximávamos do estádio transformavam-se agora numa monumental e monstruosa mistura de sons: cantos em conjunto, assobios, conversas com o parceiro do lado, o speaker! Tudo isto só é abafado e engolido pelo batido de emoções e sentidos que o jogo nos proporciona. A nossa equipa, os adversários, o sempre mal-amado àrbitro, as claques, as famílias inteiras, os telefonemas para casa a (tentar) descrever o ambiente, as conversas com o velhote da cadeira ao lado que nunca vimos na vida, mas que por ser do nosso clube, e por estar ali a participar naquela festa torna-se imediatamente num amigo de confidências. Tudo isto parece que vai deitar o estádio abaixo, mas a fé dos leões não deixa. Os medos, as esperanças, as apostas, e as discussões entre treinadores de bancada, que apostam cada cêntimo que têm em como a sua táctica e a sua equipa ganhariam todos os jogos, fazem parte do ambiente que nos aquece a alma e que nos faz sentir que fazemos parte de uma grande família, da família sportinguista.

Casa de banho para uns, palco de sonhos para outros, é a casa do Sporting, é o Estádio Alvalade XXI.


“Sporting alia estofo e classe para derrotar Boavista”

Agosto 27, 2006

Depois de uma má primeira parte e a perder por 1-0, com um grande tiro de Zé Manel, ao intervalo Paulo Bento trocou Custódio por Nani e Abel por Ronny e o futebol do Sporting mudou completamente na 2ª parte. Até o equipamento mudou. O golo parecia estar próximo e aos 59 minutos entrou Deivid para o lugar de Bueno. 4 minutos depois, assistência de Deivid para Nani marcar o golo do empate. 2 minutos depois, cruzamento de Ronny, cabeceamento de Deivid e estava feito o 2-1. Já no fim do jogo, aos 89 minutos, novo golo de Deivid e 3-1 para o Sporting. Tudo parecia acabado, mas novamente apareceu Zé Manel, deu-lhe na gana e espetou outra bomba e fez o 2º golo do Boavista.

Enfim, uma má 1ª parte e uma excelente 2ª parte que justificou o resultado deram os primeiros 3 pontos ao Sporting e o 1º lugar provisório na liga bwin.


Que linda prenda…

Agosto 25, 2006

…que saiu ao Sporting na Champions: Inter, Bayern e Spartak de Moscovo.

Mas uma vez alguém disse “A Esperança é a última a morrer”

PS:Penso que o Porto e o Benfica (especialmente o Benfica), tem grupos acessíveis e condições de passar a fase de grupos. Vendo, bem, O Sporting jogando bem e com uma dose de estrelinha q.b., também é capaz de passar.

FORÇA SPORTING


Aqui o je é habilidoso, à pois é!

Agosto 8, 2006

Este YouTube é uma maravilha.

Editado com o Windows Movie Maker


Entretanto e como quem não quer a coisa…

Agosto 5, 2006

O meu Sporting ganhou o Torneio do Guadiana com vitórias frente ao eterno rival Benfica e ao Deportivo de Corunha.


Só uma coisa a dizer: ROUBALHEIRA!!!!

Julho 6, 2006

Em que país é que aquilo é penalty? Só se for no dos árbitros comprados!
O Ricardo Carvalho falha o corte, vai a a cair e o françiú deixa-se tropeçar nele!
E a nosso favor, não viu uma carga na área ao Cristiano Ronaldo, sr. árbitro? Ah pois!

É como o Scolari diz, Portugal era o patinho feio, e o que a FIFA queria e o que lhe convinha era uma final Itália – França, portanto toca a marcar penalty por tudo e por nada (neste caso por nada mesmo) a favor da França e a não marcar penalty a favor de Portugal.

É o que vos digo, a FIFA está cada vez mais podre e cheia de corrupção e só convoca os árbitros “amiguinhos”.

Para terminar, passo a citar o que a CB escreveu no Jam Session:

E aqui vai a dúvida: existe um número máximo de asneiras que um árbito pode fazer durante um jogo de futebol? E quando isso acontece, o jogo pode ser invalidado??

Estou assim um pouco confusa, é que este jogo Portugal-França está-me um bocado atravessado na garganta…

I rest my case… (Agora é ganhar à Alemanha e igualar os magriços)